ARTIGOS

Possibilidades pedagógicas do Google Drive

O Google Drive é um serviço virtual que funciona como um disco que armazena arquivos, fotos e vídeos em uma nuvem do Google. Isso proporciona ao usuário o acesso a qualquer momento e em qualquer lugar que possua um aparelho conectado à internet.

Esses arquivos podem ser compartilhados com as pessoas ao seu redor através de uma conta do Google. Assim, você pode decidir com quem compartilhar e como a pessoa pode utilizar o arquivo, se só para visualização, edição ou comentários também.

Os aplicativos que tem permissão no Google Docs, o serviço é integrado automaticamente. Dessa forma, há a possibilidade de se editar de forma colaborativa os arquivos. Além disso, o Google Drive permite que haja interação com o Google+, adicionando as fotos e vídeos para o Drive O compartilhamento do material é possível dessa maneira. E tem a interação com o Gmail, uma das mais usadas, enviando links para os amigos.

Google Drive para práticas pedagógicas

Que o mundo da internet vem se modificando cada dia mais e aprimorando diversos nichos da sociedade, não se pode discutir. Uma das áreas que elas mais influenciam é a de educação. Isso porque com os aplicativos que surgem, criam novos métodos para passar aprendizado para as pessoas.

E é muito importante que essa mudança aconteça. Porque só dessa maneira que o interesse dos jovens em aprender continua. As gerações se transformaram, dessa forma, é necessário que se transforme também os métodos que se passam informações e aprendizado.

Google Docs

Dentre todas as ferramentas que o Drive oferece uma das mais eficientes para as práticas pedagógicas é o Docs. As possibilidades que ele proporciona para a utilização do aplicativo, por professores e alunos, estão relacionadas ao pacote de escritório.

Através do editor do texto, o professor pode propor a criação de arquivos compartilhados. Dessa forma, ele pode supervisionar a utilização do aplicativo e a aplicação do texto, por cada individuo. Equipes podem criar textos de maneira colaborativa, realizar trabalhos em grupo e criar listas e glossários de forma compartilhada.

As planilhas eletrônicas também são destaque. Elas podem ser compartilhadas e editadas simultaneamente, o que permite a disponibilização de notas, lista de presença disponibilizada para os pais simultaneamente e a criação de um banco de dados de forma organizada e grupal.

Slides podem ser usados para apresentação de conteúdos, podendo ser acessado em qualquer lugar e editado sem a necessidade de baixar nenhum arquivo. O melhor é que eles podem ficar arquivados em uma nuvem, o que diminui o risco da perda do documento.

Além de todas essas ferramentas didáticas, é possível criar formulários que conseguem estipular o perfil da classe através de questionários, diagnoses e pesquisas. E a ferramenta pode criar provas e testes online. Algo extremamente útil para os professores na era das grandes redes sociais.

Gilberto Sousa

Gilberto Sousa é maranhense natural de Mirador. Pedagogo licenciado pela Universidade Estadual do Maranhão - UEMA e especialista em Mídias na educação pela Universidade Federal do Maranhão - UFMA.

Adicionar comentários

Clique aqui para deixar um comentario

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *